Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Segurança Social ‘mata’ utente

Armando Castanheira, 58 anos, pintor da construção civil, residente em Albufeira, sobreviveu a um grave acidente de viação, em 2005. Esteve três meses no hospital, recuperou parcialmente a saúde e agora foi informado, pela Segurança Social, de que afinal está morto.
7 de Março de 2012 às 01:00
Armando Castanheira ficou gravemente ferido num acidente em 2005
Armando Castanheira ficou gravemente ferido num acidente em 2005 FOTO: Nuno Jesus

"Como os médicos comprovam que estou incapacitado para o trabalho, fui à Segurança Social tratar da minha reforma. Informaram-me de que ‘o beneficiário da Caixa Nacional de Pensões Armando Ribeiro Marques Castanheira foi vítima de acidente de viação/trabalho, do qual resultou a sua morte’."

No mesmo ofício, a Segurança Social, através do Centro Nacional de Pensões, pede ao Tribunal de Silves que informe se foi fixada alguma pensão ou indemnização "com vista ao seu reembolso". Armando Castanheira, que aguarda há sete anos por uma decisão judicial, para saber se tem ou não direito a indemnização devido ao acidente de automóvel, diz que toda esta situação "é caricata".

"Tenho pago IRS e recebo o abono de família do meu filho, mas, para quem morreu num acidente, até me sinto com saúde", afirma, com ironia.

Segurança Social Acidente Reforma invalidez
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)