Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

"Ninguém o incendiou": PJ esclarece caso de sem-abrigo queimado enquanto dormia junto a prédio no Porto

Homem acordou a arder e conseguiu apagar as chamas.
Nelson Rodrigues 22 de Setembro de 2022 às 10:51
A carregar o vídeo ...
Sem-abrigo queimado
Um homem, de 52 anos, sem-abrigo sofreu queimaduras durante a madrugada desta quinta-feira, à entrada de um prédio na Rua Barros Lima, no Porto.  O homem acordou a arder e conseguiu apagar as chamas. Acabou por voltar a adormecer no mesmo local.

Inicialmente pensou tratar-se da intervenção de desconhecidos mas a PJ, que incestigou o caso, esclareceu ao CM que tudo não passou de um acidente: "Concluiu-se que a foi uma situação acidental, involuntária, sem intervenção de terceiros. Ninguém o incendiou, foi ele que, inadvertidamente, provocou o incêndio", adianta a PJ.

Já nesta manhã desta quinta-feira, um grupo de toxicodependentes, que fazem tratamentos no Hospital Joaquim Urbano, perto do local do incidente, encontraram o homem e ligaram para o INEM.

O sem abrigo foi assistido pela mota do inem de Matosinhos no local, mas depois foi transportado pelos bombeiros de São Mamede de Infesta para a unidade de queimados do hospital de São João, no Porto. Tinha queimaduras de segundo grau nas mãos e costas.
Sem-abrigo Porto
Ver comentários