Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Sentença de Vale e Azevedo adiada

A leitura da sentença do caso Ribafria, marcada para esta segunda-feira no Tribunal da Boa Hora, em Lisboa, que tem como arguido o ex-presidente do Benfica João Vale e Azevedo, foi adiada para sexta-feira.
26 de Março de 2007 às 17:38
A defesa solicitou alguns dias para analisar dados novos apresentados em sede de julgamento.
O Ministério Público pediu quatro anos e meio de prisão para Vale e Azevedo por burla qualificada no caso Ribafria, que envolve empresários do sector da cortiça.
Em causa neste processo está a alegada apropriação ilícita de 1,5 milhões de euros por Vale e Azevedo, numa operação que se destinaria a conseguir vantagens fiscais para dois empresários do ramo da cortiça.
O caso refere-se a factos ocorridos em 1993 e 1994, mas o processo só começou em 1997.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)