Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Sequestra ex-mulher no carro

Canalizador atacou vítima à porta do trabalho e tentou forçá-la a reatar o relacionamento.
31 de Março de 2011 às 00:30
Vítima esteve hora e meia trancada na bagageira
Vítima esteve hora e meia trancada na bagageira FOTO: Simulação

Inconformado com a separação, um canalizador, de 29 anos, sequestrou anteontem a ex-mulher à porta de casa, em Guimarães, e manteve-a fechada na mala do carro durante uma hora e meia para a tentar convencer a reatar o relacionamento. A vítima, que foi alvo de maus tratos físicos e psicológicos durante os quatro anos de casamento, recusou voltar para o ex--marido, que acabou por libertá-la.

O canalizador, que actualmente não tem emprego fixo, foi detido horas depois pela Polícia Judiciária do Porto. Foi ouvido em primeiro interrogatório por um juiz de instrução do Tribunal de Guimarães que o sujeitou a apresentações periódicas e o proibiu de se aproximar a menos de 150 metros da vítima. O homem terá ainda que frequentar um curso sobre violência doméstica.

O crime ocorreu anteontem de manhã, altura em que a mulher estava a sair para o trabalho. O homem esperou numa zona isolada, junto ao bairro da Autoguia, em Guimarães, local onde a vítima reside desde a separação, que ocorreu há cerca de dez meses, e aguardou pelo melhor momento para atacar. O agressor agarrou então a vítima e forçou-a entrar na bagageira do carro, dirigindo-se até à zona da Penha, em Guimarães, onde estacionou a viatura. Aí, continuou a manter a vítima presa e ameaçou várias vezes que apenas a libertava caso aceitasse reatar o relacionamento.

Apesar de bastante assustada, a mulher recusou voltar para o ex-marido. Furioso, o agressor insistiu várias vezes, mas aquela continuou a não ceder a tal exigência. Ao final de uma hora e meia, o homem voltou a entrar no carro e já junto ao pólo da Universidade do Minho, em Guimarães, libertou a ex-companheira.

A mulher pediu de imediato ajuda a alguns populares e acabou por dirigir--se à polícia, onde apresentou queixa contra o ex-marido. O caso passou, no entanto, para a alçada da Polícia Judiciária do Porto, que deteve o agressor poucas horas depois.

sequestro vistura ex-mulher separação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)