Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

SEQUESTRADOR DETIDO EM FLAGRANTE

A Polícia Judiciária deteve quarta-feira em flagrante delito um homem de 52 anos que sequestrava mulheres na sua residência nas proximidades de Vila do Conde, e aí as maltratava fisicamente e escravizava sexualmente.
25 de Julho de 2003 às 00:39
Os investigadores, conforme comunicado ontem difundido pela PJ, estavam na pista de um suspeito, na sequência de dois casos de sequestro a outras tantas mulheres, e decidiram anteontem deslocar-se à sua residência. O que os inspectores da Polícia Judiciária do Porto não contavam é que naquela mesma altura o suspeito mantivesse em cativeiro uma terceira vítima.
O suspeito é um homem de52 anos, sem antecedentes criminais, possuidor de uma casa de estilo rural situada nas proximidades de Vila do Conde, num local isolado. A ele são imputados pelo menos dois sequestros de mulheres a quem atraía a sua casa e com quem mantinha relações sexuais. Segundo as vítimas, mulheres que teriam entre 30 a 40 anos, o indivíduo fechava-as em casa contra a sua vontade, sendo depois alvo de agressões físicas e violentações de índole sexual.
A intervenção dos investigadores deu-se na sequência de indícios que foram recolhendo nas últimas semanas e que apontavam aquela como a provável casa do cenário dos crimes.
Surpreendido com a presença dos inspectores da Direcção Central de Combate ao Banditismo (DCCB), o suspeito não escondeu o seu nervosismo, o que levou as autoridades a pensar que poderia estar em curso um outro sequestro. A suspeita confirmou-se quando foi encontrada encerrada numa dependência uma mulher que apresentava, segundo a PJ, “sinais de ter sido seviciada”.
A vítima foi de imediato levada para receber assistência médica, enquanto o proprietário da casa foi detido de pronto, uma vez que se verificava um flagrante delito.
Ver comentários