Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Sérgio Conceição justifica regresso a Portugal com problemas de saúde da mulher

Treinador quer estar todos os dias com a esposa. Casal está junto desde os 18 anos.
Lusa 6 de Junho de 2017 às 20:06
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
O treinador Sérgio Conceição despediu-se esta terça-feira dos adeptos do FC Nantes, revelando que chegou a pensar abandonar o futebol e que a sua saída de França tem muito a ver com problemas de saúde da mulher.

"Lamento o drama em torno do meu futuro. A minha situação pessoal fez-me pensar em desistir do futebol por um período, uma possibilidade discutida com o meu amigo Waldemar Kita [presidente do FC Nantes]", começa por explicar o técnico de 42 anos, no twitter.

Sérgio Conceição explica a ida, ainda não oficializada, para o FC Porto: "Neste momento, tenho uma oportunidade que me permite continuar a trabalhar e viver do futebol, enquanto sou capaz de cuidar da minha primeira lealdade, a mulher que me acompanha desde os meus 18 anos. Por uma questão de saúde, mais do que nunca, tenho de estar presente todos os dias."

"O futebol sempre foi a minha paixão, mas, ao longo dos anos, percebi que outras coisas devem ser prioritárias. Tenho a certeza de que vão entender a minha situação. As reações negativas afetam-me mais do que podem pensar. Quero acreditar que são motivadas pela falta de conhecimento de toda a situação", reforçou.

Sérgio Conceição justifica o silêncio que tem mantido pelo período de férias em família e recordou a "experiência magnífica" que teve nos últimos meses no FC Nantes, equipa que pegou em posição de descida e deixou próxima de disputar a Liga Europa.

O técnico falou da "admiração" que sente pelo presidente do FC Nantes, Waldemar Kita, a quem está "eternamente grato pela confiança e pelo apoio", bem como a "oportunidade" que lhe proporcionou de trabalhar na liga francesa.

O português recordou que em seis meses de trabalho no clube gaulês a equipa atingiu a melhor classificação desde 2004, bem como o melhor retorno financeiro em muitos anos: atingiu os 51 pontos no campeonato, marcou 40 golos e conseguiu 14 vitórias, os melhores resultados em mais de uma década.

"Lançámos as bases para um futuro profissional para este clube: apesar do impressionante recorde, fomos surpreendidos por um mundo do futebol cada vez mais competitivo, no qual os detalhes fazem a diferença. Hoje, o FC Nantes é realmente um clube atraente", congratulou-se.

Sérgio Conceição falou do trabalho com as camadas jovens e manifestou-se ainda convicto de que o seu sucessor garantirá "um belo futuro para o clube".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)