Serralves leva realidade virtual a reclusos de Custóias e de Santa Cruz do Bispo

O projeto, denominado "Janelas para o mundo", arranca na próxima segunda-feira.
Por Lusa|15.03.19
  • partilhe
  • 0
  • +

A Fundação de Serralves vai dar início, na segunda-feira, a um projeto que visa levar a realidade virtual aos reclusos dos estabelecimentos prisionais de Custóias e de Santa Cruz do Bispo, e assim abrir-lhes as "janelas para o mundo".

Em declarações à agência Lusa, Denise Pollini, coordenadora do serviço educativo artes de Serralves, e uma das responsáveis pelo projeto, que tem a duração de três anos, explicou que a ideia surgiu por intermédio de uma professora do estabelecimento prisional de Custóias que "tentava ampliar os horizontes aos reclusos".

"Há já alguns anos que tínhamos vontade de desenvolver um projeto deste género com os educadores de Serralves dentro de estabelecimentos prisionais", disse, salientando que este tem em vista a "expansão das perspetivas dos reclusos e o aumento das aspirações deles com vista no futuro".

O projeto, denominado "Janelas para o mundo", arranca na próxima segunda-feira, e vai abranger cinco grupos de reclusos do estabelecimento prisional de Custóias e dois grupos "intergeracionais" de mães e filhos da prisão de Santa Cruz do Bispo.

"Este é um projeto bastante complexo. Temos vários objetivos, entre os quais o desenvolvimento psicossocial, a cooperação entre os reclusos e atividades que estão a ser estruturadas para discutir o conceito de identidade e de autoestima", frisou Denise Pollini.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!