Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

SETE SEGURANÇAS DÃO SOVA A AGENTE DA PSP

Um agente da PSP da Amadora foi ontem de madrugada severamente agredido - a murro e pontapé - por sete seguranças do ‘Alcântara Club’, em Lisboa, após, alega a discoteca, ter “armado confusão” à porta.
4 de Junho de 2004 às 00:00
As versões são contraditórias: a gerência diz que o polícia apontou uma arma ao porteiro; a PSP que ele apenas puxou da pistola após ter levado dois murros. Num ponto todos estão de acordo: o agente queria entrar à borla para “beber um copo” e ficou feito num oito. Está tudo em vídeo.
Segundo apurou o CM, e consta do relatório policial, tudo se terá passado pelas 06h00. O agente ‘Carlos’, da esquadra de Alfragide, encontrava-se com mais três colegas (todos fora de serviço) em Alcântara. Tentaram entrar gratuitamente na discoteca ‘W’, o que lhes foi negado. Dirigiram-se então para o ‘Alcântara Club’. A entrada nesta discoteca também lhes foi recusada.
Os agentes saíram do local mas, pouco depois, ‘Carlos’ regressou à porta do ‘Alcântara Club’. “Ele apenas queria entrar para beber um ‘copo’”, disse fonte policial.
O porteiro e um dos seguranças, que estavam à porta, negaram a entrada ao agente, até porque, afiança fonte do estabelecimento, “ele não se identificou e estava bêbado”. Antes, pediram-lhe o consumo mínimo de 10 euros, que não quis pagar.
A discoteca diz que o agente os insultou. Este que apenas estavam a conversar. A verdade é que o PSP acabou por levar dois murros na cara e sacou imediatamente de uma pistola que trazia à cintura. “Armou-a e apontou-a ao segurança”, diz a discoteca. “Não. Ficou apontada para o chão e foi logo guardada outra vez na cintura”, afiança a PSP.
Depois da cena as versões coincidem no essencial: o polícia foi barbaramente agredido com mais murros, pontapés e golpes de bastões extensíveis e passou largas horas no hospital. “Ficou uma lástima”, dizem.
ARSENAL APREENDIDO
'BRUTAL'
A PSP, que apreendeu o vídeo de vigilância da discoteca, que mostra grande parte das agressões, classifica as mesmas como “brutais”. “Vi as imagens e não ponho minimamente em causa a versão do agente”, referiu ao CM fonte policial.
PONTAPÉS
O agente terá sido agredido por sete seguranças. Levou vários pontapés, estilo ‘karaté’, na cabeça. A PSP apreendeu na discoteca uma arma ilegal, uma caixa de uísque cheia de navalhas e várias soqueiras, além de bastões extensíveis.
QUEIXA
Acabaram detidos o porteiro e um segurança do ‘Alcântara Club’, que serão hoje presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa. A discoteca queixa-se que foram mal tratados na esquadra e considera mesmo avançar com uma denuncia à IGAI.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)