Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Sexagenária evadida 17 anos

Uma mulher que estava evadida da cadeia há quase 17 anos foi anteontem detida pela PSP de Portimão, juntamente com o filho adoptivo, que fugira da prisão no ano passado. Os dois foram detectados quando agentes da polícia procediam à condução de um menor a um centro educativo.

18 de Fevereiro de 2011 às 00:30
Estava foragida da cadeia de Tires (na foto) desde 1994. Foi enviada para a prisão de Odemira
Estava foragida da cadeia de Tires (na foto) desde 1994. Foi enviada para a prisão de Odemira FOTO: Duarte Roriz

A mulher, que fora condenada por tráfico de droga, tinha 48 anos quando aproveitou uma saída precária de curta duração da cadeia de Tires, em Março de 1994, para fugir. Regressa à prisão – agora a de Odemira – já com 65 anos.

A evadida, que é da zona d0 Porto, usava um bilhete de identidade verdadeiro, mas com um nome que não era o seu.

O seu filho adoptivo, de 45 anos, condenado por roubo, também aproveitou uma saída precária de Vale Judeu para se evadir, em Outubro de 2010. O homem não tinha documentos de identificação e deu à PSP um nome que afinal era de um irmão, já falecido. Desde que se evadiu, é suspeito de ter cometido, pelo menos, um roubo por esticão.

As detenções deram-se na sequência do cumprimento de um mandado de detenção e condução de um rapaz de 15 anos, que estará ligado a roubos e furtos, a um centro educativo, em Lisboa.

O homem, familiar do menor, e a mulher viviam na mesma casa. A PSP desconhece as penas a que foram condenados.

SEXAGENÁRIA PRISÃO PORTIMÃO CADEIA TIRES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)