Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Sexagenária liderava rede de tráfico de droga

Julgamento começou esta segunda-feira em Coimbra.
Mário Freire 7 de Outubro de 2019 às 20:55
Principal arguida tem 60 anos
Principal arguida tem 60 anos FOTO: Ricardo Almeida

Uma mulher de 60 anos começou esta segunda-feira a ser julgada no Tribunal de Coimbra. É acusada de liderar uma rede de tráfico de droga com lucros mensais na ordem dos 40 mil euros.

O processo que tem 20 arguidos, alguns dos quais estão em prisão preventiva, é considerado de grande complexidade, por isso foram adoptadas medidas de segurança no tribunal de Coimbra.

Os crimes ocorreram durante um ano, entre abril de 2017 e abril de do ano passado, quando a redo foi desmantelada pela PJ.

Segundo a acusação, a sexagenária e alguns dos seus filhos e respectivos companheiros conceberam um plano de forma organizada e estruturada, em conjugação de esforços entre si e contando com outros colaboradores, para a venda de cocaína e heroína.

A rede contava com um esquema de correios de droga, que adquiram grandes quantidades de cocaína no bairro do Aleixo, no Porto, e a heroína em Lisboa e Amadora.

O MP sublinha que o grupo se estruturou de forma a acompanhar todas as etapas. Desde a aquisição do produto, até à sua venda a toxicodependentes, em várias formas e zonas da cidade de Coimbra, nomeadamente na Baixa da cidade, obtendo lucros mensais na ordem dos 40 mil euros.

Na primeira sessão, os Juízes quiseram perceber as explicações da cabecilha de 60 anos, para a linguagem codificada, usada pelos elementos da rede, apanhados nas escutas da PJ, cujas conversas foram transcritas no processo, com expressões como: "Panela, sopa estragada, fiambre e queijo".

Alguns dos arguidos optaram por ficar em siêncio.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)