Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Sindicato contra venda e supervisão próprias

O Sindicato Nacional dos Profissionais de Farmácia e Paramédicos opõe-se à possibilidade de que sejam as próprias cadeias de supermercados a contratar os supervisores de venda de medicamentos nas lojas.
19 de Agosto de 2005 às 00:00
A posição crítica surge depois da aprovação do decreto-lei – ainda que a portaria que regulamenta as condições de venda só seja aprovada até 16 de Setembro. O comunicado de Imprensa assinado pela direcção, dizem, visa manifestar a “preocupação pela eventualidade de uma cedência do Governo quanto aos interesses dos supermercados”.
O documento critica ainda a posição tomada pela Ordem dos Farmacêuticos – tal como ao órgão homólogo dos Médicos –, por ser “co--responsável, conjuntamente com o ANF (Associação Nacional de Farmácias) e Infarmed, pela banalização das exigências de qualificação legal do pessoal técnico adstrito à dispensa de medicamentos”, comunicam.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)