Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Sindicato do SEF afirma que não se revê nas declarações de Acácio Pereira sobre PSP e GNR

Declarações do presidente da direção do SCIF "não representam a opinião de um elevado número dos funcionários do SEF", diz SIIFF.
4 de Maio de 2022 às 13:02
SEF
SEF FOTO: Sérgio Lemos
SIIFF, Sindicato dos Inspetores de Investigação, Fiscalização e Fronteiras, emitiu esta quarta-feira um comunicado na sequência das acusações de Acácio Pereira sobre a PSP e GNR. As declarações do presidente da direção do SCIF "não representam a opinião de um elevado número dos funcionários do SEF", diz SIIFF, acrescentando que existem vários sindicatos a representar os trabalhadores dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras.

"De modo algum, a Direção Nacional do SIIFF e os Associados que representa, se reveem nas declarações proferidas pelo presidente da direção do SCIF, e assim sendo as mesmas não representam a opinião de um elevado número dos funcionários do SEF", pode ler-se no comunicado enviado às redações.

Em causa está uma carta aberta, divulgada na terça-feira no Diário de Notícias, em que o presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SCIF/SEF), Acácio Pereira, pedia a Marcelo Rebelo de Sousa que evitasse a extinção do SEF e onde criticou a transferência das competências policiais para a PSP e a GNR, ao afirmar que estas forças "têm problemas estruturais de xenofobia e de racismo".

SEF Acácio Pereira SIIFF PSP GNR SCIF Sindicato dos Inspetores de Investigação Fiscalização e Fronteiras
Ver comentários