Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Sindicato quer reclusos que agridem guardas em tribunal

Dirigente usou como exemplo o recente caso do recluso que esfaqueou duas vezes um guarda na mão, na cadeia de Sintra.
Miguel Curado 17 de Dezembro de 2019 às 08:05
Cadeia de Sintra
Cadeia de Sintra FOTO: Vasco Neves
O presidente do Sindicato Nacional da Guarda Prisional, Jorge Alves, quer que os reclusos que agridam guardas sejam de imediato enviados para tribunal.

O dirigente usou como exemplo o recente caso do recluso que esfaqueou duas vezes um guarda na mão quando este o impediu de golpear outro recluso, na cadeia de Sintra.

"O recluso tem contacto com outros guardas e outros reclusos, e não assistimos a qualquer medida por parte da direção da cadeia no sentido de o retirar do local onde cometeu este crime", descreveu Jorge Alves, acrescentando que o guarda ferido está de baixa, a tomar medicamentos retrovirais devido ao facto de o recluso agressor ser seropositivo.
Jorge Alves crime lei e justiça prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)