Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

“Só o queria manter afastado, não lhe bati”

Luís Silva responde por soco fatal a homem de 68 anos, após vitória de Portugal no Euro.
Nelson Rodrigues 24 de Janeiro de 2018 às 09:13
Luís Silva está a ser julgado no Tribunal de Matosinhos por ofensas à integridade física agravadas pela morte da vítima
Justiça
Juiz
Luís Silva está a ser julgado no Tribunal de Matosinhos por ofensas à integridade física agravadas pela morte da vítima
Justiça
Juiz
Luís Silva está a ser julgado no Tribunal de Matosinhos por ofensas à integridade física agravadas pela morte da vítima
Justiça
Juiz
Luís Silva, de 29 anos, garantiu esta terça-feira ao coletivo de juízes do Tribunal de Matosinhos que não deu um murro a Manuel Santos, de 68, na manhã de 11 de junho de 2016, quando regressava a casa após ter passado a noite a comemorar a vitória de Portugal no Europeu de Futebol.

Devido à violência empregue pelo arguido, emigrante na Suíça, a vítima bateu de forma violenta com a cabeça no chão, tendo perdido os sentidos. Morreu 14 dias depois, no Hospital de S. João.

"Quando passei à porta de casa do senhor Manuel, o sobrinho dele difamou-me por eu vir com as sapatilhas na mão. Ele disse ‘Vem aí o drogado, o bêbado’. Eu já estava bebido e não gostei de ser provocado. Houve apenas uma troca de palavras. Depois, veio o senhor Manuel, com ar agressivo e de braços no ar. Eu só pus a minha mão em posição de segurança para o manter afastado. Não lhe bati", disse o arguido, que responde por ofensas à integridade física agravada pelo resultado.

"Ele ainda me chamou filho da p*** e eu disse-lhe ‘Vá para dentro que não é nada consigo, o senhor já não tem idade para estas coisas’. E fui embora. Mas olhei de esguelha e vi-o sentado no chão", frisou Luís Silva.

Versão diferente deu a mulher da vítima, que testemunhou os factos e que pede uma indemnização de 175 mil euros. "Ele deu-lhe um murro com tanta força que o meu marido caiu estatelado no chão. Ainda levantou a cabeça do alcatrão, mas perdeu logo os sentidos", contou Fernanda Santos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)