Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Socorrista da Cruz Vermelha morre colhido por carro

Rui Malheiro tinha 40 anos.
Liliana Rodrigues 25 de Setembro de 2021 às 15:39
A carregar o vídeo ...
Socorrista da Cruz Vermelha morre colhido por carro

Um socorrista da delegação de Ribeirão da Cruz Vermelha Portuguesa morreu, sexta-feira, quando realizava um passeio de bicicleta na Póvoa de Lanhoso.

Rui Malheiro, de 40 anos, circulava na EN 103, quando um carro entrou em despiste e colheu o ciclita, que foi projetado para uma ravina.

A equipa da VMER e os bombeiros da Póvoa de Lanhoso ainda conseguiram reverter a paragem cardio respiratória, tendo sido transportado para o hospital de Braga. Mas acabou por não sobreviver e morreu na urgência.  

O socorrista vivia em Calendário, no concelho de Famalicão. Era praticante de BTT há vários anos e na sexta-feira à tarde foi colhido durante um passeio. 

A GNR esteve no local e identificou o condutor. 

"Não existem palavras que traduzam a pronfunda tristeza que a nossa família está a sentir. Hoje despedimo-nos do nosso irmão e socorrista Rui. Agradecemos profundamente a sua dedicação ao longo destes 14 anos, nos quais prestou um enorme contributo à nossa comunidade. Permanecerá para sempre na nossa história e na nossa memória", escreveram os responsáveis da delegação de Ribeirão da Cruz Vermelha na pagina de facebook.

Ver comentários