Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Sócrates afirma que novo interrogatório não trouxe elementos de prova

"Fiquei espantadíssimo porque o Ministério Público não foi capaz de apresentar nada", disse.
13 de Março de 2017 às 21:27
Sócrates atacou Ministério Público à entrada do interrogatório no DCIAP
José Sócrates é arguido na Operação Marquês
José Sócrates
Sócrates atacou Ministério Público à entrada do interrogatório no DCIAP
José Sócrates é arguido na Operação Marquês
José Sócrates
Sócrates atacou Ministério Público à entrada do interrogatório no DCIAP
José Sócrates é arguido na Operação Marquês
José Sócrates
O antigo primeiro-ministro José Sócrates afirmou hoje, à saída do interrogatório no âmbito da "Operação Marquês", que o Ministério Público tinha a última oportunidade para o confrontar com factos novos, mas que não conseguiu apresentar nenhuma prova.

"Eu julguei que esta era a última oportunidade para o Ministério Público, finalmente, apresentar elementos de prova, elementos de facto, que pudessem sustentar as suas alegações", disse José Sócrates, ao fim de mais de seis horas de interrogatório no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

"Fiquei espantadíssimo porque o Ministério Público não foi capaz de apresentar nada, a não ser uma escutazinha aqui e outra ali", acrescentou.
José Sócrates Operação Marquês Ministério Público DCIAP política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)