Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Solicitadora acusada de abuso de confiança

Julgada por se apoderar ilegalmente de dinheiro de clientes, no valor de mais de 187 mil € .
Ana Palma 3 de Outubro de 2016 às 12:58
Julgamento da solicitadora, de 58 anos, por abuso de confiança, começa este domingo no Tribunal de Portimão
Julgamento da solicitadora, de 58 anos, por abuso de confiança, começa este domingo no Tribunal de Portimão FOTO: Paulo Arez
Uma solicitadora de Lagos começa esta segunda-feira a ser julgada, no Tribunal de Portimão, pelo crime de abuso de confiança qualificado, na forma consumada. De acordo com a acusação, a que o CM teve acesso, a arguida apropriou-se ilegitimamente de "pelo menos 187 805,19 euros", em transações realizadas em 2011 e 2012.

A mulher, de 58 anos, intermediava negócios imobiliários e agia como representante legal dos lesados, muitos deles estrangeiros. O alerta foi dado no início de 2013, quando M.J. fechou o escritório que tinha na rua da Gafaria, em Lagos, alegando doença. Desde então, os clientes – quase todos britânicos – não conseguiram mais contactá-la. A mulher seria detida, em julho de 2015, pela PJ de Portimão, na zona de Lisboa, onde estava a trabalhar numa imobiliária.

Entre as vítimas está um casal britânico que, em 2012, decidiu vender uma casa que tinha em Lagos - negócio que foi conduzido pela arguida. A mulher recebeu cheques no valor de 100 mil euros, dos quais, deduzidas as despesas, o casal teria ainda direito a receber 27 232,05 euros. Contudo, a solicitadora apenas entregou ao casal britânico cinco mil euros.

Os restantes valores de que é suspeita de se apoderar prendem-se também com negócios de compra e venda de casas. A arguida já tinha sido declarada contumaz (recusa de comparecer perante o juiz), pelo Tribunal de Lagos, por uma acusação anterior, semelhante à deste processo.
Lagos Tribunal de Portimão PJ Portimão Lisboa Tribunal de Lagos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)