Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Solicitadora condenada a nove anos

Condenada por abuso de confiança.
Ana Palma 13 de Dezembro de 2016 às 08:41
Maria José Dias foi ontem condenada no Tribunal de Portimão
Maria José Dias foi ontem condenada no Tribunal de Portimão FOTO: Pedro Noel da Luz
Uma solicitadora de Lagos foi esta segunda-feira condenada, no Tribunal de Portimão, em cúmulo jurídico, à pena de nove anos de prisão, por quatro crimes de abuso de confiança qualificada e um simples. Vai ainda ter de pagar indemnizações num valor superior a 150 mil euros.

O Ministério Público tinha pedido pena de prisão para a arguida, mas suspensa na sua execução. A solicitadora, Maria José Linhares Dias, de 60 anos, deverá recorrer da decisão, por considerar a sentença muito pesada, apurou o CM.

O coletivo deu como provados todos os factos constantes na acusação e considerou que as justificações dadas pela arguida "não colheram em tribunal". Maria José Linhares Dias imputou as culpas ao marido, entretanto falecido, e ao buraco financeiro da sua empresa, para o facto de se ter apoderado do dinheiro de clientes, quase todos britânicos.

A solicitadora foi detida em julho de 2015, após ter lesado clientes em montantes superiores a 180 mil euros, entre 2011 e 2012. A mulher intermediava negócios imobiliários e agia como representante dos proprietários dos imóveis.

Entre as vítimas encontra-se um casal britânico que decidiu vender uma casa em Lagos. O negócio foi conduzido pela arguida, que recebeu cheques no valor de 100 mil euros. Deduzidas as despesas, o casal deveria ter recebido mais de 27 mil, mas tal nunca aconteceu: a solicitadora ficou com o dinheiro.
Lagos Tribunal de Portimão Ministério Público Maria José Linhares Dias tribunal
Ver comentários
}