Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Solteirões exóticos Calaus despedem-se de solidão

Asiáticas, de olhos expressivos com pálpebras avermelhadas, cabelo às cores e boca pintada de amarelo. Se se tratasse de uma mulher poderia parecer um pouco exótica, mas sendo uma ave, a Calau fêmea é de uma beleza cativante. As “amigas” Calau Bicorne e Calau Rinoceronte viajaram das Filipinas até Portugal para conhecer os seus prometidos que viviam sozinhos há seis anos no Zoo de Lourosa.
16 de Maio de 2005 às 00:00
As aves fêmeas já chegaram em Fevereiro e depois de ultrapassada a quarentena e um difícil período de adaptação às temperaturas portuguesas, mal podem esperar pelo dia em que vão finalmente ser apresentadas aos seus machos.
Só dentro de um mês é que machos e fêmeas vão ser colocados na mesma gaiola, mas entretanto o Zoo de Lourosa decidiu fazer uma despedida de solteiro aos dois solteirões e celebrar uma data tão especial.
“No fundo queremos dar a conhecer duas espécies muito raras de uma forma alegre ”, explica ao CM a directora do Zoo de Lourosa, Salomé Tavares. “Organizámos várias actividades lúdicas em que explicamos o modo de vida destas aves e, porque a despedida de solteiro é simbólica da união que se avizinha, até fizemos um copo-d’água”.
O Calau Bicorne, que tem um casco sobreposto, e o Calau Rinoceronte, cujo bico se assemelha a um chifre, são aves protegidas, oriundas da Ásia e que se encontram próximas da ameaça. Ao adquirirem duas fêmeas, o Zoo pretende também conservar a espécie, embora a reprodução em cativeiro seja muito difícil.
Mas votos de felicidades e de rebentos não faltaram aos dois casalinhos que até ganharam famílias adoptivas. Os irmãos Carlos e Manuel de sete e quatro anos não sossegaram enquanto os pais não lhes deram autorização para apadrinhar os machos e o Correio da Manhã aproveitou a oportunidade e tornou-se num dos vários padrinhos da bela e recém-chegada Calau Rinoceronte.
Para o próximo mês a boda será consumada e espera-se que a convivência dentro da mesma gaiola seja agradável e que dê frutos.
CARACTERÍSTICAS DAS ESPÉCIES CALAUS
BICORNE
Trata-se de uma ave de grande porte que possui um bico comprido e forte sobreposto por um casco amarelo que é pigmentado pelo próprio Calau através de uma glândula situada na cauda. Apenas o casco do macho tem um traço negro.
RINOCERONTE
A plumagem é preta e apenas os membros inferiores e a cauda têm uma coloração branca.
O macho possui um casco curvado na ponta e olhos vermelhos, enquanto os da fêmea são brancos e tornam-se mais brilhantes durante a época reprodutiva.
ORIGEM
Em estado selvagem vivem nas florestas tropicais densas do Sul Asiático, onde procuram árvores de grande porte para fazerem o ninho. Tratando-se de aves protegidas, a maior parte das espécies é conservada em jardins zoológicos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)