Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Sovado em café morre de ataque

Violentamente espancado "com uma soqueira", ao murro e pontapé, por cinco homens, André Almeida, de 33 anos, acabou por falecer já no Hospital de Santo António devido a um ataque cardíaco fulminante.
17 de Fevereiro de 2012 às 01:00
André Almeida morreu no hospital depois de ter sido agredido à porta do café Slávia, em Ramalde
André Almeida morreu no hospital depois de ter sido agredido à porta do café Slávia, em Ramalde FOTO: Manuel Vitoriano

A vítima, que tinha saído da cadeia há dois meses, e apresentava graves lesões por todo o corpo, foi sovada à porta do café Slávia, na rua S. João de Brito, em Ramalde, no Porto, ontem de madrugada.

Os contornos da rixa ainda estão por esclarecer mas, de acordo com a família, a vítima "foi espancada por cinco homens. Eles tinham uma soqueira e bateram no meu filho até ele não aguentar mais. Eram cinco contra um. Mataram o meu André e agora quero que seja feita justiça", disse ao CM, lavada em lágrimas, Judite Santos, mãe de André.

A vítima ainda foi transportada para o hospital, onde acabou por falecer várias horas após as agressões. Fonte hospitalar garante que André Almeida teve um ataque cardíaco irreversível. A polícia investiga e ainda não fez qualquer detenção. O funeral de André realiza-se amanhã na capela de Ramalde.

Porto Agressão Morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)