Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Suspeito de atear fogo em Viseu ficou em prisão preventiva

Homem foi retido por populares até à chegada da GNR.
Lusa 17 de Agosto de 2022 às 13:15
Preso
Preso FOTO: Duarte Roriz
O suspeito de ter ateado um incêndio florestal no concelho de Viseu, que foi retido por populares até à chegada da GNR, no domingo, ficou em prisão preventiva, anunciou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ explicou que, em articulação com a GNR de Viseu, formalizou a detenção do homem de 59 anos "pela presumível prática de um crime de incêndio florestal", junto à localidade de Bodiosa.

"O suspeito foi visto, por populares, a atear dois focos de incêndio, junto a uma estrada, em zona com vasta mancha florestal, e confinante com zona urbana, que só não ganhou proporções mais gravosas pela rápida intervenção daqueles", referiu aquela polícia.

Viseu GNR Polícia Judiciária acidentes e desastres incêndios crime lei e justiça polícia crime
Ver comentários