Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Suspeito de duplo homicídio fica em prisão preventiva

O homem suspeito de ter cometido um duplo homicídio na madrugada de terça-feira em Vila Nova de Cacela, em Vila Real de Santo António, ficou em prisão preventiva a aguardar julgamento.
26 de Maio de 2011 às 12:35
O homicida Luís, detido pelo duplo homicídio da proprietária e do segurança do bar de alterne Rita, acompanhado por guardas prisionais
O homicida Luís, detido pelo duplo homicídio da proprietária e do segurança do bar de alterne Rita, acompanhado por guardas prisionais FOTO: Luís Costa

O homem, de 47 anos, é suspeito de ter matado a tiro de espingarda a proprietária e o segurança do estabelecimento Hospedaria Rita, que funcionaria como casa de alterne na Estrada Nacional 125, em Vila Nova de Cacela.  
 
O suspeito foi ouvido na quarta-feira ao final da tarde pelo Tribunal de Faro, que decretou prisão preventiva como medida de coacção, de acordo com a Polícia Judiciária.

A GNR registou na madrugada de terça-feira um duplo homicídio numa casa de alterne no centro de Vila Nova de Cacela, onde morreu uma mulher, a proprietária do estabelecimento, e um homem, 'barman' e "segurança".  

Os corpos foram removidos da Hospedaria Rita numa operação que levou ao isolamento do local do crime e ao corte do trânsito na rua principal da Vila Nova de Cacela.

vila nova de cacela algarve homicídio prisão preventiva
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)