Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Suspeito de homicídio é o principal ausente da festa

Um dos principais ausentes nas largadas de touros da II Semana Taurina de Samora Correia, que arrancou sexta-feira e se prolonga até terça, é um dos três suspeitos do homicídio de Eduarda Ferreira, a funcionária do posto de abastecimento de Benavente morta com um tiro na cabeça, na última Sexta-Feira Santa.
29 de Abril de 2007 às 00:00
A bravura de Manuel à frente dos touros parece fazer falta aos populares de Samora Correia
A bravura de Manuel à frente dos touros parece fazer falta aos populares de Samora Correia FOTO: Arquivo CM
Manuel, o suspeito de 38 anos, era um dos principais animadores das largadas, tendo-se tornado um especialista nos chamados ‘recortes’ de touros. Em 2006, Manuel chegou mesmo a ser distinguido como o melhor na arte de driblar o touro, daí que sejam muitos os populares a lamentar a ausência do antigo forcado.
Residente em Alhandra, Manuel trabalhava como pintor, mas não tinha emprego fixo. Ao que o CM apurou, o homem teve passagens esporádicas por vários grupos de forcados, entre os quais os grupos da Azambuja e de Loures, mas era a paixão pelas largadas que o movia. Terá sido essa mesma paixão a aproximá-lo dos outros dois suspeitos do homicídio de Eduarda Ferreira, Luís, de 21 anos, e Cláudio, de 28.
A bravura com que enfrentava os touros colocava-o quase sempre na linha da frente das largadas da região. Por isso, Manuel era uma das caras mais conhecidas em eventos do género e uma das figuras mais apreciadas na arte de fintar o touro. Pelas ruas de Samora Correia, a sua ausência tem sido uma das mais comentadas.
Ontem, foram largados dois touros durante a tarde, mas só na sexta--feira se registaram incidentes. Dois homens foram colhidos sem gravidade, mas apenas um foi assistido no hospital, tendo logo recebido alta.
O dia de hoje, em que são esperadas cerca de 15 mil pessoas, é aguardado com maior expectativa, uma vez que as largadas duram toda a madrugada. A cada hora serão lançados no mínimo dois touros, factor que, associado aos excessos, poderá contribuir para mais incidentes. Demonstrações de toureio e espectáculos de flamengo fazem também parte do programa das festas.
APONTAMENTOS DE UM CRIME
ARMA
O laboratório de Polícia Científica da PJ já tem em seu poder a arma cujo disparo causou a morte de Eduarda Ferreira – uma das caçadeiras encontradas na casa de um dos suspeitos. A PJ aguarda apenas a entrega do exame de balística.
RATOEIRA
A GNR montou uma Operação STOP aparentemente de rotina para apanhar os três suspeitos do homicídio. Os três homens foram mandados parar, no Porto Alto, na mesma carrinha Audi A4 azul que tinham usado no dia do crime à gasolineira.
PRISÃO
Os três suspeitos foram presentes a tribunal e ficam a aguardar julgamento em prisão preventiva. Quando foram detidos, a carrinha tinha na bagageira várias matrículas falsas. Além disso, foi encontrada roupa usada no dia do crime.
Ver comentários