Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Tabaco dá 1,5 mil milhões

O imposto sobre o tabaco vai, no próximo ano, aumentar 5 por cento, passando o Estado a arrecadar metade do valor de cada maço de cigarros, ou seja, um total de 1,5 mil milhões de euros.
27 de Novembro de 2011 às 01:00
António Araújo diz que os custos do tabagismo são elevados
António Araújo diz que os custos do tabagismo são elevados FOTO: Secundino Cunha

No entanto, diz a Pulmonale, Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro do Pulmão, esse valor fica muito aquém do que o Estado gasta no tratamento das doenças relacionadas com o tabagismo.

O assunto esteve ontem em debate no programa Porto de Abrigo, uma parceria Correio da Manhã/Rádio Festival, que teve como convidado o presidente da Pulmonale, António Araújo.

"A maioria dos pacientes com tumor pulmonar tomam um medicamento que custa ao Estado 2200 euros por mês, isto para além do sem número de exames e tratamentos a que estes doentes estão sujeitos", disse António Araújo, que é pneumologista no IPO do Porto.

Referindo que em Portugal são diagnosticados quase 4 mil novos casos de cancro do pulmão por ano e que quase todos são mortais, o médico sublinhou que "o essencial é convencer os jovens a não começar a fumar.

Este fim-de-semana decorre a campanha ‘Deixe de fumar, o céu pode esperar'.

tabaco imposto porto de abrigo parceira correio da manhã
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)