Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Temporal leva turistas

A Serra da Estrela sem neve é como o Algarve sem sol: perde o encanto e não atrai os turistas. Os agentes económicos previam que a região fosse visitada este fim-de-semana por 15 a 20 mil pessoas, mas o temporal – com chuva, nevoeiro e frio intenso – fez baixar as expectativas dos comerciantes, para quem o negócio “está muito fraco”.
8 de Dezembro de 2006 às 00:00
Os operadores turísticos lamentam o mau tempo que assolou a Estrela
Os operadores turísticos lamentam o mau tempo que assolou a Estrela FOTO: d.r.
As previsões do Instituto de Meteorologia apontam para a queda de neve com intensidade na Serra da Estrela a partir do meio-dia de hoje e para uma diminuição da temperatura, que deverá chegar a valores negativos. No entanto, não deverá ajudar ao negócio. “Já vem atrasada para o fim-de-semana. As pessoas que desejavam vir para aqui já mudaram de ideias devido à chuva”, diz Maria Sousa, comerciante de Seia, onde ainda não nevou este Inverno. “Não é normal”, considera. A quase ausência de neve e o mau tempo que se abateu ontem na zona serrana obrigaram os turistas a ficar nas unidades hoteleiras.
Um funcionário do Centro de Limpeza das Penhas da Saúde disse que a neve caiu “com alguma intensidade” na terça-feira mas, nos últimos dias, “acabou por derreter”. “Em anos anteriores, por esta altura, o maciço central da Serra da Estrela já estava coberto de neve”, adiantou o responsável. Na Torre, os termómetros marcaram ontem zero graus.
Perante o cenário frio e negro – como se anoitecesse a meio da tarde – os comerciantes começam a fazer contas à vida e a ficar preocupados. Jorge Patrão, comerciante do Sabugueiro – a aldeia mais alta de Portugal – afirma que os negócios “já conheceram melhores dias”. “O tempo não está favorável. No ano passado começou a nevar no final de Outubro, este ano ainda só nevou um bocado na terça-feira. O dia [ontem] foi terrível, esteve sempre a chover, o que fez derreter a pouca neve que havia na Torre. Se não há neve, as pessoas não vêm para cá”, lamenta Jorge Patrão.
Apesar de tudo, as perspectivas para a passagem de ano são melhores. A maioria das unidades hoteleiras já tem lotação esgotada.
“Nunca tinha acontecido na história da Turistrela termos tudo vendido em meados de Novembro, como aconteceu desta vez”, afirmou Artur Pais, administrador da empresa concessionária do turismo na região da Serra da Estrela.
CUIDADOS A TER
CORRENTES
Se tem como destino a Serra da Estrela tome em atenção alguns conselhos úteis. Se pretende subir à Torre, agasalhe-se bem e faça-se acompanhar de correntes para os pneus, de água e comida na viatura. Se tiver algum problema contacte o 275 315 476 (GNR na Torre).
AUTORIDADES
Para esta altura do ano as autoridades – GNR e Protecção Civil – montaram um plano de segurança para intervir em qualquer situação de perigo e socorro. Na Torre estão em permanência guardas e bombeiros.
TEMPO
A chuva voltou ontem a cair com intensidade em quase todo o País, estando na origem de alguns acidentes de viação. Para hoje, o Instituto de Meteorologia prevê aguaceiros fracos, baixa temperatura e formação de geada nas zonas do Interior. Para amanhã prevêem-se as mesmas condições.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)