Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

“Tenho fezes e urina do vizinho em casa”

"Há cinco anos que sempre que o meu vizinho de cima faz uma descarga na casa de banho, tenho as fezes dele e a urina a entrar em minha casa. Não consigo viver mais com isto". O desabafo é de Madalena Costa, de 70 anos, moradora no bairro do Viso, no Porto, e cuja casa sofre de infiltrações devido ao facto de um cano do vizinho do 1.º andar ter rebentado.
20 de Novembro de 2011 às 01:00
Cristina Costa vivem há vários anos com infiltrações em casa
Cristina Costa vivem há vários anos com infiltrações em casa FOTO: Nuno Fernandes Veiga

"Já pedi por tudo para ele consertar o cano. Já disse que chamava um canalizador e que pagava do meu bolso. Tenho sempre porcarias a entrar em casa, ora pelas paredes, ora pela sanita", continuou a mulher, que toma conta da filha, Cristina, de 48 anos – que sofre de uma deficiência provocada por um acidente de viação.

A casa de banho e a cozinha são o principal problema da casa de Madalena. "Já gastei mais de 10 mil euros para restaurar toda a casa. O chão teve de ser todo substituído e a casa de ba-nho tem três camadas de azulejos para a água não passar", acrescenta a idosa, que no início deste mês apanhou um choque numa tomada devido à infiltração e humidade em todas as paredes. "Tive de ir ao hospital fazer tratamento. Já não bastava ser doente e ter a meu cuidado a minha filha, agora ainda tenho de me preocupar com o que se passa na casa dos meus vizinhos", explicou.

Para além do cano rebentado, que o vizinho não quer consertar, a idosa queixa-se também do ruído que é feito durante a noite. "Não consigo dormir no meu quarto. Tem uma máquina fotocopiadora na divisão de cima, que durante a noite faz muito barulho. Às 03h00 é sempre o mesmo som", afi-ança Madalena.

O CM tentou contactar o vizinho do 1º andar, mas este não abriu a porta à nossa equipa de reportagem.

INFILTRAÇÕES PORTO FEZES URINA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)