Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Tenta matar por causa de coleira

Alberto Rodrigues foi condenado a um ano de pena suspensa por golpear amigo no pescoço.
15 de Dezembro de 2013 às 14:46
Paulo Leal, de 38 anos, foi golpeado no pescoço pelo amigo Alberto Rodrigues
Paulo Leal, de 38 anos, foi golpeado no pescoço pelo amigo Alberto Rodrigues FOTO: Rafaela Cadilhe

Por um "motivo fútil", Alberto Rodrigues, de 38 anos, golpeou o amigo de infância, Paulo Leal, no pescoço. O agressor pensava que a vítima lhe tinha roubado a coleira do cão. O Tribunal de V. N. Gaia condenou o arguido a um ano de pena de prisão, suspensa. Terá de ser tratado ao alcoolismo.

Aconteceu na noite de 21 de março em Arnelas, Olival. Alberto Rodrigues, que estava com mais dois amigos, encontrou Paulo Leal, de 38 anos, no café Sá, onde discutiram. De acordo com a acusação, Alberto acusou Paulo e outro amigo de lhe roubarem a coleira do cão, mas estes negaram. O homem seguiu-os depois até à praia, onde agrediu Paulo.

O arguido deu um murro ao amigo, que caiu. Quando este se estava a levantar, foi golpeado no pescoço com um objeto - o tribunal não conseguiu provar que tivesse sido um copo de vidro ou uma navalha - e depois pontapeado e ameaçado com a navalha, até que foi salvo pelos outros amigos.

O agressor foi para casa, mas acabou por se entregar. Foi detido pela PJ por tentativa de homicídio qualificado, mas acabou condenado apenas por ofensas à integridade física simples. Já tinha sido detido por conduzir alcoolizado, pelo qual cumpriu prisão por dias livres.

pescoço morte agressor alcoolismo coleira
Ver comentários