Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Tenta matar vizinha à cajadada e com ferro

Mulher atacou após os animais da vítima terem invadido os terrenos da outra para pastar.
Liliana Rodrigues e Fátima Vilaça 9 de Junho de 2018 às 09:38
Tenta matar vizinha
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Tenta matar vizinha
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Tenta matar vizinha
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Há anos que as duas vizinhas se incompatibilizaram. Ambas têm gado e discutem sempre que os animais de uma invadem as terras da outra para pastar. Há dez dias, uma delas agrediu a vizinha com um cajado e uma calha metálica. Esta sexta-feira, foi detida pela PJ de Braga, indiciada por tentativa de homicídio.

As agressões remontam ao final da tarde de 29 de maio, em Cavez, Cabeceiras de Basto, e a vítima, de 48 anos, foi assistida no hospital e suturada na cabeça. Ficou com hematomas nos braços depois de ter sido atingida com o cajado, quando se tentava defender da fúria da vizinha.

A arguida, de 51 anos, ficou descontrolada ao ver o gado da vizinha a pastar de novo num terreno que lhe pertence e decidiu fazer uma espera à mulher. Escondida junto à habitação da vítima, de cajado numa mão e calha metálica na outra, surpreendeu a rival e confrontou-a com a situação. A discussão passou rapidamente à violência, com a mulher a ser agredida repetidamente pela vizinha. Foi abandonada no local pela agressora, que voltou para casa calmamente.

A GNR foi mobilizada e a vítima, apesar de muito debilitada, não teve dúvidas em identificar a agressora à patrulha. O caso foi entregue à Judiciária.

PORMENORES
Juiz assiste a detenção
O juiz de instrução criminal de Guimarães não teve dúvidas em considerar que se tratou de uma tentativa de homicídio e acompanhou a PJ na detenção da arguida, ontem, em casa.

Silêncio em tribunal
A arguida não quis prestar declarações ao juiz, durante o interrogatório judicial, que decorreu ontem à tarde, no tribunal.

Apresentações na GNR
A agressora foi libertada e está proibida de contactar a vizinha. Tem ainda que se apresentar periodicamente no posto da GNR de Cabeceiras de Basto.
PJ Braga Cabeceiras de Basto Judiciária GNR Cavez Juiz Guimarães crime lei e justiça tribunal polícia crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)