Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Tentam atear fogo após matar homem em São Brás de Alportel

Um homem, de 39 anos, e uma mulher, de 38, vão responder por vários crimes.
José Carlos Eusébio 14 de Agosto de 2019 às 09:41
Vítor Horta tinha 70 anos
Tentam atear fogo após matar homem em São Brás de Alportel
Vítor Horta tinha 70 anos
Tentam atear fogo após matar homem em São Brás de Alportel
Vítor Horta tinha 70 anos
Tentam atear fogo após matar homem em São Brás de Alportel
O homem de 70 anos estava no quarto de sua casa, em S. Brás de Alportel, com uma conhecida, de 39 anos, quando foi atacado por um outro indivíduo, de 38. Foi espancado até à morte.

Depois, o casal roubou os valores e tentou pegar fogo à habitação para apagar os vestígios. O homem e a mulher foram agora acusados pelo Ministério Público (MP) dos crimes de roubo agravado e de incêndio tentado, tendo sido ainda imputado ao arguido o crime de homicídio qualificado.

Tudo aconteceu na noite de 17 para 18 de setembro de 2018. Segundo o MP, "o arguido entrou em casa da vítima, foi ao seu quarto e, com a vítima ainda deitada na cama, bateu-lhe repetidamente com um instrumento não determinado até o matar". O casal revistou depois a residência e levou os valores que encontrou. Ainda tentou atear fogo à casa.

Despejam álcool na cama, abrem gás e acendem vela
O Ministério Público revela que, após o septuagenário ter sido morto, o casal terá "despejado álcool sobre a cama da vítima, ateado fogo a uns papéis, aberto os bicos de gás do fogão e incendiado uma vela".

O objetivo era tentar "causar uma explosão e um incêndio que apagasse os vestígios". Os arguidos foram, por isso, acusados do crime de incêndio tentado. O corpo da vítima acabaria por ser encontrado no interior da habitação por um familiar, que deu o alerta às autoridades.

PORMENORES
Investigação da PJ
Os suspeitos, ambos desempregados, foram detidos pela PJ em fevereiro deste ano, após "um meticuloso trabalho de investigação", segundo revelou na altura a Judiciária.

Homem está preso
O homem encontra-se em prisão preventiva e a mulher está sujeita à obrigação de apresentação periódica e proibição de sair do concelho de residência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)