Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Tentam matar a tiro pai de menina que raptaram em Leiria para obrigar a casar e a ter sexo com jovem

Familiares de uma menina, de 13 anos de idade, não aceitaram o casamento dela com um rapaz da mesma idade. Suspeitos reagiram a tiro contra o pai da menor.
Correio da Manhã 23 de Junho de 2021 às 12:21
Menina
Menina FOTO: Rosalind Chang/Unsplash
A Polícia Judiciária deteve na madrugada desta terça-feira três homens e duas mulheres por raptarem uma menina de 13 anos, com o intuito de a obrigarem a "casar" com um rapaz da mesma idade e a manter relações sexuais com o mesmo, nas cidades de Leiria e Marinha Grande.

Um sexto indivíduo foi também localizado e identificado como estando envolvido nestes crimes, informa a PJ esta quarta-feira em comunicado.

O caso ocorreu ocorreu num fim-de-semana deste mês, "como reação ao facto de familiares de uma menina, de 13 anos de idade, não aceitarem o casamento dela com um rapaz da mesma idade". 

Reagiram a tiro contra o pai da menor, provocando danos com arma de fogo numa casa de habitação e numa viatura.

Com recurso a violência, os suspeitos "terão raptado a menor, no intuito de a constrangerem a "casar" com o rapaz e a manter relacionamento sexual, acabando a vítima por ser libertada, no dia seguinte, pelos raptores", segundo a PJ.

Os detidos têm idades entre os 26 e os 51 anos, não têm ocupação laboral conhecida, e todos têm com antecedentes policiais e alguns com antecedentes criminais.

Os detidos vão ser presentes à Autoridade Judiciária para aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

PJ Leiria Polícia Judiciária crime lei e justiça crime rapto
Ver comentários