Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Tentaram raptar testemunha

A PJ do Porto está preocupada com a segurança de um jovem, de 23 anos, que tem um ligeiro atraso mental e que esteve sequestrado durante os últimos nove meses por um indivíduo de etnia cigana que o escravizava.
20 de Junho de 2008 às 00:30
A Polícia Judiciária do Porto está preocupada com a segurança do jovem, que tem um ligeiro atraso mental
A Polícia Judiciária do Porto está preocupada com a segurança do jovem, que tem um ligeiro atraso mental FOTO: José Gageiro

A vítima era forçada a executar roubos, nomeadamente de imagens de arte sacra, tendo-lhe sido confiscados os documentos desde que foi raptada.

No início deste mês, o jovem foi libertado pela PJ do Porto numa operação que permitiu reaver duas imagens de arte sacra roubadas na igreja de Nozedo, em Vila Pouca de Aguiar. Nessa altura, o indivíduo de etnia cigana estava acompanhado de um homem de nacionalidade espanhola que também foi detido. Ambos foram libertados e estão sujeitos a apresentações semanais como medida de coacção.

A vítima foi na altura levada para uma Instituição de Solidariedade Social, na cidade do Porto, mas acabou por ser encontrada no passado domingo, na Praça da República, pelo indivíduo de etnia cigana que junto da Segurança Social conseguiu encontrar o rasto ao paradeiro do jovem.

A vítima foi arrastada para o interior de uma carrinha, no entanto, conseguiu escapar devido à intervenção rápida de vários populares que impediram que o jovem fosse levado pelo sequestrador que entretanto tinha contratado um indivíduo da cidade do Porto, com antecedentescriminais, para procurar a vítima. A PJ conseguiu deter os dois indivíduos agora acusados de um crime de rapto na forma tentada. Ambos foram libertados e sujeitos novamente a apresentações semanais às autoridades.

VÍTIMA OBRIGADA A ROUBAR ARTE SACRA

O jovem, de 23 anos, que estava em regime de escravatura desde Setembro do ano passado é oriundo de uma família destruturada. Já tinha estado na casa do Gaiato, mas acabou por ser sequestrado em 2007 pelos indivíduos que o obrigavam a realizar os roubos, nomeadamente em igrejas do Interior do País. Depois da tentativa de sequestro de que foi alvo no domingo foi transferido para outra instituição.

PORMENORES

ROUBOS DE ARTE SACRA 

Os indivíduos dedicavam-se ao roubo de imagens de arte sacra, tendo sido apreendidas duas estátuas na viatura em que ambos foram interceptados.

A PJ acredita que a dupla, de 28 e 36 anos, está relacionada com outros roubos no Norte do País, estando ainda a ser investigados.

VÍTIMA "FRÁGIL"

O jovem que estava a viver em regime de escravidão é oriundo de uma família destruturada, tendo estado já aos cuidados da casa do Gaiato. Agora está internado numa Instituição de Solidariedade Social, mas a PJ receia que os sequestradores continuem a procurar o jovem que foi sequestrado em Setembro de 2007.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)