Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8
Ao minuto Atualizado às 13:57 | 11/03

Terceiro dia do debate instrutório da Operação Marquês já começou. Acompanhe ao minuto

Sessão decorre no Campus de Justiça, em Lisboa.
6 de Março de 2020 às 14:24
Campus de Justiça, em Lisboa
Campus de Justiça, em Lisboa FOTO: Tiago Sousa Dias
Decorre esta sexta-feira o terceiro dia do debate instrutório no âmbito da Operação Marquês, no Campus de Justiça, em Lisboa.
Ao minuto Atualizado a 11 de mar de 2020 | 13:57
19:11 | 06/03

Termina a sessão do debate instrutório da Operação Marquês.
18:05 | 06/03
Débora Carvalho

Sobre a OPA da Sonae, o advogado destaca, com base nos inúmeros testemunhos citados, que Zeinal Bava e Henrique granadeiro não tomavam decisões sozinhos. Reuniões da administração eram frequentes e discutia se tudo. Todos os administradores da PT estavam conscientes de tudo.
16:07 | 06/03
Débora Carvalho

A defesa de Sofia Fava, ex-mulher de José Sócrates, começa a alegar. "Em dezembro de 2009 não havia nenhuma evidência de que o antigo primeiro-ministro mantivesse contacto regular com a ex-mulher , que não aquele que decorre do facto de terem filhos em comum. Se havia poucos indícios, eu digo que agora não há indícios nenhuns", afirma.

"Também não se percebe porque Manuel Costa Reis (companheiro de Sofia Fava) ficou fora da acusação. Não se percebe porque ele é testemunha e ela arguida. É a mesma perplexidade que tenho em relação à engenheira Ana bessa (era casada com o Pedro Silva pereira). Parece-me que ambos os crimes devem cair e não passar para julgamento", continua.
15:23 | 06/03

Fala-se agora sobre o sorteio do Processo Marquês em setembro de 2014, atribuído ao juiz Carlos Alexandre.

O advogado de Armando Vara defende q não foram cumpridos determinados requisitos na distribuição do processo. "Se tal não for reconhecido, é uma machadada brutal na sociedade que conhecemos", diz.
15:11 | 06/03
Débora Carvalho

Começam as alegações do advogado de Armando Vara, Tiago Rodrigues Bastos.

"Este processo não é dissociável de outro processo que o meu constituinte viveu", começa por dizer, referindo-se ao processo Face Oculta.

"O que espero do tribunal é que se vá aplicando o direito de vez em quando", acrescenta, dizendo ainda que o "doutor Rosário Teixeira também não percebe o que está na acusação, porque quem escreveu este capítulo foi outro procurador".
14:31 | 06/03
Débora Carvalho

O debate começa com alegações da defesa de Bárbara Vara, João Cluny. 

Começa por ser referido que a filha de Armando Vara, acusada de dois crimes de branqueamento, "não recebeu qualquer benefício que lhe seja imputado". 

Encontra-se em tribunal por um motivo: "ter aceite figurar como beneficiária de uma empresa". A defesa diz que a cliente "só o fez a pedido do pai" e a partir daí não teve mais intervenção. "Não teve conhecimento, não fez movimentos bancários".

A defesa dá ainda conta de que as "ordens de pagamento eram dadas pelo pai", ao contrário do que afirma o Ministério Público. "É uma filha na casa dos 20 anos a quem um pai pede que seja beneficiária de uma conta. Não mais do que isto".
14:24 | 06/03

Começa o terceiro dia de debate instrutório da Operação Marquês.

Campus de Justiça Lisboa questões sociais grupos populacionais tribunal Operação Marquês
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)