Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Teresa Morais junta Cultura, Igualdade e Cidadania

Governo recupera o ministério da Cultura.
27 de Outubro de 2015 às 13:36
Teresa Morais
Teresa Morais FOTO: Direitos Reservados
Teresa Morais, jurista, anterior secretária de Estado para a Igualdade, é a nova ministra da Cultura, Igualdade e Cidadania, nomeada para o novo governo PSD/CDS-PP.

Teresa Morais, 56 anos, irá liderar uma área - a da Cultura - cujo ministério tinha sido extinto em 2011, quando entrou em funções o primeiro governo de Pedro Passos Coelho. Na altura, o ministério deu lugar a uma secretaria de Estado, diretamente dependente do primeiro-ministro.

Desde 2011, a cultura foi tutelada por Francisco José Viegas e Jorge Barreto Xavier. Antes disso, a última ministra da Cultura foi Gabriela Canavilhas, no Governo PS de José Sócrates.

Formada em Direito, Teresa Morais foi secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e para Igualdade desde 2011, tendo incentivado a aplicação de medidas na área do combate à violência doméstica, como a teleassistência, a videovigilância e o apoio às casas-abrigo para vítimas.

Secretária de Estado para a igualdade
A igualdade de género tem sido outra das áreas de maior intervenção de Teresa Morais, tendo a ex-secretária de Estado trabalhado, nomeadamente, no aumento de participação de mulheres em cargos de chefia, conselhos de administração das empresas cotadas em bolsa e do setor empresarial do Estado.

Na legislatura de 2009-2011, foi vice-presidente do grupo parlamentar do PSD e coordenadora das áreas da Justiça e da Igualdade, e membro da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias e das Comissões Eventuais de Acompanhamento da Corrupção e para a Revisão Constitucional.

Foi deputada à Assembleia da República em 2002-2005, tendo sido membro das Comissões de Defesa Nacional, Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias e da Comissão Eventual para a Reforma do Sistema Político.

Foi Presidente da Subcomissão Parlamentar de Justiça e Assuntos Prisionais (2002-2005) e membro do grupo de trabalho para a Revisão do Regime Jurídico da Adoção.

Do currículo profissional disponível na página oficial do Governo não consta qualquer intervenção ou trabalho na área da Cultura.

A recuperação do Ministério da Cultura era uma das propostas comuns aos programas eleitorais do PS, Bloco de Esquerda e CDU.
Teresa Morais PSD política governo (sistema) parlamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)