Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Terreno trama Loureiro

Jorge Loureiro está a ser investigado pela Polícia Judiciária do Porto, pela compra de um terreno em Gondomar, por um milhão de euros, vendido à Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP)por um valor quatro vezes superior. Além de Valentim e João, este é o terceiro elemento da família Loureiro a braços com a Justiça.
19 de Março de 2007 às 00:00
Em causa está a rápida valorização do referido terreno, que estava inserido na zona de Reserva Agrícola Nacional, comprado por quatro milhões de euros pela STCP.
Valentim Loureiro será julgado por crimes de corrupção desportiva, enquanto o filho João, presidente do Boavista, foi acusado pelo Ministério Público pela prática do crime, ambos inseridos no processo ‘Apito Dourado’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)