Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Terror do Crato foi guarda-costas

"O nosso filho não é criminoso, está doente e precisa de ajuda médica para acabar com o consumo de álcool. Pelo mal que fez pedimos desculpas às pessoas do Crato”. Estas foram as palavras emocionadas dos pais de Nuno P., um homem de 27 anos que no domingo foi detido pela GNR daquela vila, tal como o CM noticiou ontem, depois de ter cometido vários crimes e acidentes de viação, um dos quais com um autotanque dos bombeiros.
13 de Setembro de 2005 às 00:00
Nuno P. acompanhado pelos pais no Tribunal de Portalegre
Nuno P. acompanhado pelos pais no Tribunal de Portalegre FOTO: Alexandre M. Silva
O indivíduo é considerado pelos populares como o ‘terror do Crato’. Vice-campeão ibérico de Full-Contact e antigo guarda-costas do falecido empresário António Champalimaud, Nuno P. transformava-se numa ‘máquina de guerra’ quando estava alcoolizado, um vício provocado por uma desilusão amorosa ocorrida há três anos. “Destruía tudo e batia nas pessoas. Em Maio de 2004 partiu um carro da GNR a pontapé”, referiu um vizinho.
Estes crimes valeram-lhe cinco meses de prisão preventiva e uma condenação, em Julho, de três anos de prisão suspensa sob obrigação de se submeter a um tratamento ao alcoolismo. “Tinha consulta para o fim do mês, mas já foi tarde”, disse o pai, Hermínio Pedroso.
Depois de a GNR o ter levado na tarde de domingo ao Centro de Saúde do Crato, onde partiu um armário, o indivíduo dirigiu-se aos bombeiros, roubou um autotanque, rebentou com o portão do quartel e foi colidir com um bar que na altura tinha mais de 20 clientes. “Entrou tudo em pânico”, lembrou o proprietário Pedro Xavier. Depois roubou a viatura de um bombeiro e voltou a colidir, desta vez contra um jipe, e pôs-se em fuga. Uma hora depois, Nuno P. foi detido e conduzido ao posto da GNR onde o aguardavam dezenas de populares que pretendiam fazer justiça. Até à hora de fecho da nossa edição desconhecia-se a pena aplicada pelo Tribunal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)