Barra Medialivre

Correio da Manhã

Portugal
5
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Terrorista alemão anti-Covid preso em Portugal

Condenado por fabricar armas com impressoras 3D desapareceu após ser libertado em junho.
João Carlos Rodrigues e Miguel Curado 6 de Dezembro de 2023 às 08:39
Joachim T.
Joachim T. FOTO: DR
Um alemão que formou um grupo armado para combater as medidas do Governo Federal da Alemanha contra a pandemia de Covid-19 foi preso em Portugal depois de quase seis meses desaparecido. Joachim T., de 39 anos, é apontado como o líder do grupo ‘Paladin’ e tinha sido condenado em janeiro a uma pena de um ano e seis meses por violação da lei das armas alemã, mas foi libertado em junho e fugiu daquele país.

Segundo o Gabinete Central de Combate ao Terrorismo e ao Extremismo do Ministério Público de Koblenz e a imprensa germânica, o grupo foi formado em 2021 e criou espaços de treino na Baviera, onde treinavam hipotéticos ataques a organismos ligados à Saúde com armas fabricadas em impressoras 3D. A Justiça alemã acusou outros dois elementos do grupo ‘Paladin’ pelos mesmos crimes.

Foi apanhado numa banal operação de fiscalização rodoviária da GNR no Alentejo, há cerca de duas semanas, quando o nome foi inserido no sistema e os militares constataram que tinha um mandado de detenção europeu. Joachim T. era fisioterapeuta e perdeu o emprego por se negar a usar máscara. Iniciou o movimento apelando à "resistência armada".
Ver comentários
C-Studio