Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

TERRORISTA DETIDO COM AJUDA DA MULHER

A mulher do terrorista indiano Abu Salem terá ajudado as autoridades policiais no processo que conduziu à detenção de um dos homens mais procurados da Índia. A notícia veio ontem a público na edição do jornal ‘The Times of India’, que liga Monica Bedi à detenção do marido, realizada quarta-feira, em Lisboa.
23 de Setembro de 2002 às 23:06
O periódico indiano socorre-se de fontes judiciais daquele país para garantir que a mulher de Abu Salem, Monica Bedi, uma estrela de cinema dos estúdios ‘Bollywood’, nos arredores de Bombaim, “esteve sempre em contacto com as autoridades policiais empenhadas na perseguição a Abu Salem, fornecendo-lhes indicações exactas sobre as movimentações do terrorista”.

“Responsáveis do FBI, nos Estados Unidos, e da Interpol serviram-se de Monica Bedi para se aperceberem dos diversos disfarces, passaportes, e números de telemóvel usados por Abu Salem”, acrescentaram as mesmas fontes.

Antes de ter sido detido, na passada quarta-feira, por agentes da Direcção Central de Combate ao Banditismo da Polícia Judiciária, na zona do Martim Moniz, em Lisboa, Abu Salem já havia sido preso, em 1997, no Dubai, Emirados Árabes Unidos, e é acusado de, quatro anos antes, ter praticado, em Bombaim, o pior atentado em solo indiano, de que resultaram 257 mortos. Nas duas detenções, era acompanhado de Monica, o que, de acordo com a mesmas fontes, “é uma forte coincidência”.

Outra notícia avançada ontem, pelo ‘The Indian Express’, salientava o papel da mulher, desta vez na entrada de Abu Salem em território português. O terrorista convenceu Monica a casar-se com outro indiano, naturalizado português, para facilitar a sua entrada no nosso País.

Entretanto, na Dinamarca, Durão Barroso garantiu que Portugal não tinha recebido ainda o pedido de extradição de Abu Salem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)