Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Testemunhas no caso do homicídio do rapper Mota Jr voltam a tribunal

Assalto ao cantor, assassinado em março do ano passado, rendeu 1600 euros ao gangue.
Correio da Manhã 15 de Setembro de 2021 às 12:38
Mota Jr
Mota Jr FOTO: CMTV
Estão a ser ouvidas várias testemunhas do caso do homicídio do rapper David Mota Jr no tribunal de Sintra, esta quarta-feira. 

O assalto ao cantor, assassinado em março do ano passado, rendeu 1600 euros ao gangue. Depois de sequestrarem o músico à porta de casa o grupo voltou à habitação do cantor e roubou várias peças em ouro. 

Dois dias depois um individuo foi a uma loja de compra e vende de outro no Barreiro e levou vários fios e anéis de ouro de David Mota. 

Um dos inspetores da polícia judiciária que investigou o sequestro e homicídio descreveu o cenário de horror quando chegaram à casa do cantor em Sintra. Avançou que horas após a ocorrência o grupo regressou à casa do cantor. 

Durante a manhã desta quarta-feira vão continuar a ser ouvidas as testemunhas do caso. Estão presentes em tribunal três dos quatro arguídos.
David Mota Jr Sintra crime lei e justiça investigação
Ver comentários