Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Tia acredita que Maddie está viva

Na sessão de julgamento desta quarta-feira, em que Gerry McCann ainda não foi ouvido, a tia de Madeleine McCann disse que não acredita no livro de Gonçalo Amaral.
2 de Outubro de 2013 às 13:43
Pai de Maddie a chegar ao Palácio da Justiça, na companhia da irmã, Trish Cameron
Pai de Maddie a chegar ao Palácio da Justiça, na companhia da irmã, Trish Cameron FOTO: Vítor Mota

A irmã mais velha de Gerry McCann, pai de Maddie, foi ouvida, esta quarta-feira, no Palácio da Justiça, em Lisboa. A tia de Maddie descreveu ao tribunal o momento de sofrimento dos pais da criança quando o livro do ex-inspetor da PJ Gonçalo Amaral – ‘A verdade da Mentira’ –, foi publicado.

“A Kate ficou muito em baixo e o Gerry nem quis acreditar”, disse Trish Cameron, tia de Maddie, acrescentando que não acredita em nada do que diz o livro. “Há uma menina desaparecida e há alguém que tenta enganar as pessoas ao dizer que a menina está morta”, sublinhou.

Gerry McCann também apareceu na sessão de julgamento, onde iria testemunhar. O pai de Maddie não teve, no entanto, oportunidade de prestar declarações em tribunal, uma vez que a juíza ainda não deferiu o seu pedido para falar.

Em reação, o advogado de defesa de Gonçalo Amaral desvalorizou a possibilidade de Gerry McCann prestar declarações, afirmando que não são relevantes para o processo.

Recorde-se que o pai de Maddie está em Portugal para testemunhar no processo contra Gonçalo Amaral. Os pais da menina desaparecida pedem uma indemnização de 1,2 milhões de euros ao ex-inspetor da PJ pelos danos causados pelo livro ‘A verdade da Mentira’.

Na sua obra, Gonçalo Amaral afirma que Maddie McCann já estará morta e que os pais ocultaram o corpo.

CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O VÍDEO DA CMTV

Maddie McCann criança Portugal tia de Maddie livro Gonçalo Amaral A verdade da Mentira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)