Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Traficante detido no esgoto

O aparato dos cerca de vinte elementos do Corpo de Intervenção (CI) da PSP armados de metralhadora, no centro do Porto, faziam com que quem passasse pelo local ficasse fixado na operação de combate ao tráfico de droga. A polícia tinha os alvos bem marcados, mas não contava com a inusitada fuga do principal traficante para os esgotos.
8 de Dezembro de 2007 às 00:00
A detenção do suspeito, mesmo no meio das Escadas dos Guindais, só aconteceu cinco horas depois do início da operação, às 18h45, e com a ajuda dos Bombeiros Sapadores.
“Fomos chamados pela PSP, porque precisavam de escadas para ajudar a deter um indivíduo. Demos apoio técnico para que os elementos policiais soubessem se era seguro seguir pelos esgotos”, disse ao CM fonte dos Sapadores.
O local – muito próximo do Bairro da Sé e junto ao comando da PSP – é, segundo os moradores, desde há meses ponto de encontro para traficantes e toxicodependentes para realizar as transacções de droga. “Isto aqui é uma miséria. Às vezes juntam-se vinte ou tinta para comprar”, disse um morador.
As diligências dos elementos da PSP não foram nada fáceis. Apanharam de surpresa os suspeitos mas não conseguiram concretizar de imediato as detenções. Segundo os populares, foi nessa altura que um dos suspeitos encetou uma fuga desenfreada, vendo como única salvação entrar para um esgoto.
“Esta era uma situação que já estava a ser investigada há alguns meses, uma vez que aquele é um ponto que está novamente a ser invadido pelos traficantes”, disse ao CM fonte policial.
Os moradores não arredaram pé das suas janelas, ansiosos por assistir ao desenlace da operação e iam libertando frases de apoio à PSP: “É preciso limpar estes sujeitos daqui. Isto era tão calmo.”
A mesma fonte acrescentou que até ao momento ainda não tinham sido apuradas as quantidades de droga apreendida, mas adiantou que foram detidos quatro suspeitos e apreendidas armas de fogo.
A polícia tem investido nos últimos dois anos na ‘limpeza’ da zona do Bairro da Sé, mas após várias operações no local houve recentemente uma remota deste tipo de criminalidade.
“A pressão dos traficantes está a aumentar, pelo que as rusgas voltarão”, afirmou a mesma fonte policial. Esta é a segunda operação em menos de uma semana no centro do Porto, sendo que no último fim-de-semana, como o CM noticiou, foi detido um militar da GNR.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)