Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Traficantes de armas viviam de subsídios do Estado

Tribunal de Loures aplica penas a 23 homens e mulheres. Treze são efetivas.
Sérgio A. Vitorino 29 de Outubro de 2018 às 01:30
Armamento apreendido pela PJ ao gang em 2016. O arsenal estava numa garagem no Pendão, em Sintra
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Armamento apreendido pela PJ ao gang em 2016. O arsenal estava numa garagem no Pendão, em Sintra
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Armamento apreendido pela PJ ao gang em 2016. O arsenal estava numa garagem no Pendão, em Sintra
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Viviam de subsídios do Estado, que iam recolher à Segurança Social ao volante de carros de luxo. Um grupo alargado de 23 homens e mulheres, da Grande Lisboa, foi condenado em Loures por tráfico de armas. O principal arguido, conhecido por Tabaro, de 45 anos, apanhou 7 anos e 3 meses de cadeia. Doze outros também têm penas efetivas.

O caso foi investigado pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da PJ, que em junho de 2016 apreendeu dezenas de armas. A maioria, incluindo uma G3 igual à das Forças Armadas, bem como pistolas Glock, centenas de peças e 8 mil munições, num arsenal à disposição do crime, estavam numa garagem no Pendão (Sintra) alugada por Tabaro no Natal de 2015.

O coletivo, presidido pelo juiz Rui Teixeira, considerou provado que os arguidos se dedicavam, pelo menos desde o início de 2015, com intuito lucrativo, à aquisição não autorizada de armas e munições para venda a terceiros.

Montavam vigias à garagem e falavam em códigos pelo telefone. Chegavam a guardar as armas em locais propriedade de outras pessoas, para não serem relacionados.

Tabaro justificou as armas como sendo de coleção e ajudou a PJ a apanhar um homicida.

PORMENORES 
Para o Estado
Foram declaradas perdidas a favor do Estado dezenas de armas, 8 mil munições (3 mil de calibre de guerra), silenciadores e carregadores.

Despistar polícia
Códigos : arcani (Polícia), berdon (carro), burburins (munições), carrinhos ou pecanim (armas), bocanhi (pistola) e puka (espingarda).

Emprego
Um dos arguidos ficará com a pena suspensa desde que se inscreva num centro de emprego e depois demonstre os descontos legais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)