Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

“Trancou-a em frente aos filhos”

A mulher de um piloto de aviação passou momentos de terror ontem de manhã, quando foi trancada pelo marido na arrecadação da casa que partilhavam antes de iniciarem o processo de divórcio. Ao episódio assistiram os filhos menores do casal, de dois anos e quatro anos.

9 de Abril de 2011 às 00:30
Arménio M. só descansou quando soube que a PSP tinha resgatado a sua filha
Arménio M. só descansou quando soube que a PSP tinha resgatado a sua filha FOTO: Vítor Mota

"Ela veio entregar-lhe os filhos, e quando foi buscar as coisas que ainda guardava na arrecadação, ele agarrou-a com força pelos pulsos e fechou-a lá dentro. É o único que tem as chaves", contou ao CM Arménio M., pai da vítima, enquanto aguardava que a PSP viesse libertar a filha da arrecadação do piso -2, onde permaneceu cerca de meia hora, na torre de São Rafael, no Parque das Nações, em Lisboa.

"Ela já não vive aqui. Assim que conseguiu, fugiu para Mangualde [terra natal], para perto da família, que a apoia em tudo. A minha filha foi vítima de violência verbal e psicológica durante demasiado tempo", continuou Arménio M., 60 anos. Enquanto o divórcio está em curso, o pai das crianças tem direito a passar dez dias por mês com os filhos. "Espero que a minha filha fique com a guarda total dos meninos", desabafou Arménio M.

A vítima acabou por ser libertada pela PSP e não quis prestar declarações ao CM.

Até ao fecho da edição, não tinha sido apresentada queixa por parte da mulher.

casal divórcio filhos tranca
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)