Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Trânsito fica à porta da Ribeira

O encerramento do trânsito e do estacionamento na Ribeira do Porto provocaram o descontentamento entre os proprietários dos bares e restaurantes, que discordam também do horário de cargas e descargas – entre as 6h30 e as 11h30 –, por o acharem inadequado.
20 de Junho de 2005 às 00:00
A Ribeira do Porto está interdita desde anteontem ao trânsito de automóveis
A Ribeira do Porto está interdita desde anteontem ao trânsito de automóveis FOTO: Baía Reis
Muitas das pessoas que habitualmente aos domingos costumavam passar de automóvel na Ribeira ficaram surpresas com a medida da autarquia. Contudo, se há proprietários que discordam da atitude, outros conformam-se e dizem que o comércio será o principal beneficiado, “porque de carro ninguém repara nas lojas e não se faz compras”.
FALTAM OUTRAS MEDIDAS
Um dos adeptos do encerramento de trânsito na Ribeira é Manuel Almeida, dono do restaurante Chez Lapin, embora com algumas críticas.
“É uma boa medida, mas são precisas outras. Como, por exemplo, mais policiamento e limpeza na zona. Depois pensar-se no alargamento das esplanadas, que daria um outro embelezamento à Ribeira. Os turistas que nos visitam queixam-se da falta de limpeza numa zona tão bonita”, lembra Manuel Almdeida.
Já o presidente da Associação de Bares da Zona Histórica do Porto, António Fonseca, critica o horário das cargas e descargas e sugere que possam ser feitas a qualquer hora do dia para evitar a acumulação de viaturas.
Fernando Albuquerque, vereador do pelouro das Actividades Económicas da Câmara do Porto, disse ao CM que “as mudanças causam sempre algum incómodo, mas com o andar dos tempos ficará provado que esta é a melhor atitude para dignificar um espaço considerado a sala de visitas da cidade.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)