Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Trasladação do corpo de mulher encontrada morta em mala adiada 24 horas

Viagem para Brasília esteve marcada para quarta-feira, mas o avião da TAP saiu sem o caixão.
M.C. e T.L. 18 de Outubro de 2019 às 09:10
Camila Mendes estava em Portugal desde agosto
Camila Mendes estava em Portugal desde agosto FOTO: Direitos Reservados
A trasladação do cadáver de Camila Mendes, de 30 anos e de nacionalidade brasileira, morta à facada, em Arruda dos Vinhos, pelo namorado, Robson Mandela, que depois guardou o cadáver numa mala, foi adiada por 24 horas.

A viagem para Brasília esteve marcada para quarta-feira, mas o avião da TAP saiu sem o caixão. O corpo seguiu quinta-feira para o Brasil, dia em que os moradores da urbanização onde o casal vivia manifestaram surpresa quando encontraram bens, possivelmente da vítima, junto ao caixote do lixo. Entre eles está um colchão com manchas de sangue.
Camila Mendes Arruda dos Vinhos Robson Mandela crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)