Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Travesti leva 16 anos por mutilar companheiro até à morte

"Só 16 anos por um crime destes, doutor juiz, só 16 anos para um assassino daqueles que nunca se arrependeu? É uma injustiça", gritava, indignada, dentro da sala de audiências, no final da leitura do acórdão, ontem no Tribunal de Guimarães, a irmã de José Carlos Silva, o homem de 42 anos assassinado à facada, em Junho do ano passado, pelo travesti com quem mantinha uma relação.
26 de Maio de 2011 às 00:30
Irmã inconformada com pena
Irmã inconformada com pena FOTO: Fátima Vilaça

Fábio Lopes, de 20 anos, conhecido por ‘Felisbela', não esteve no Tribunal para ouvir a sentença. Foi condenado a 16 anos de cadeia por mutilar o companheiro até à morte.

"O arguido agiu com energia criminosa, num quadro de violência inusitada e excessiva", considerou o colectivo. Fábio foi ainda condenado a pagar cerca de 50 mil euros de indemnização a cada um dos dois filhos de José Silva.

Travesti Assassino Tribunal de Guimarães
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)