Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

TRÊS DETIDOS POR ATEAR FOGOS

Um imigrante ucraniano em situação ilegal foi detido como suspeito de atear dois fogos florestais junto da povoação de Monte Redondo, no concelho de Leiria, anunciou ontem a Polícia Judiciária (PJ).
21 de Julho de 2004 às 00:00
Colocado em prisão preventiva após o primeiro interrogatório judicial, o imigrante, de 30 anos, está “fortemente indiciado” dos crimes que lhe são imputados.
De acordo com a PJ, trata--se de um indivíduo “não inserido na comunidade” cuja actuação neste caso continua por explicar, desconhecendo--se, até agora, qualquer contrapartida financeira ou outras. “Os incêndios colocaram em risco bens patrimoniais de elevado valor que só não foram atingidos devido à pronta e eficaz intervenção dos bombeiros”, sublinha a Judiciária.
Entretanto, a Polícia Judiciária de Braga anunciou ontem a identificação e detenção de dois indivíduos, de 26 e 29 anos, fortemente indiciados pela prática de crime de incêndio.
Segundo a PJ, “o incêndio em causa foi ateado esta segunda-feira, colocando em perigo uma área florestal e residências próximas, não atingindo maiores proporções devido à pronta intervenção de populares e bombeiros”.
Os dois detidos foram ontem presentes no Tribunal Judicial de Braga, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de adequadas medidas de coacção.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)