Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Três dias à procura de provas sobre caso Maddie

Procurador alemão garante que poderá haver indícios na barragem do Arade que expliquem a morte da menina.
Tânia Laranjo e Rui Pando Gomes 25 de Maio de 2023 às 01:30
Conteúdo exclusivo para Assinantes Assine já Se já é assinante faça LOGIN
Exclusivos
Madeleine McCann desapareceu na praia da Luz em maio de 2017. Estava de férias com 
os pais
Madeleine McCann desapareceu na praia da Luz em maio de 2017. Estava de férias com 
os pais
Madeleine McCann desapareceu na praia da Luz em maio de 2017. Estava de férias com 
os pais
A chuva de terça-feira atrasou os trabalhos que têm agora de se prolongar por pelo menos mais um dia. Para já, há muitos vestígios que nem estão catalogados e só esta sexta-feira se saberá se vão para análise. Nem tão-pouco é líquido que sejam analisados em Portugal. Poderão ir para a Alemanha, para que as autoridades daquele país verifiquem se poderão ter pertencido a Madeleine McCann, a menina inglesa que desapareceu no Algarve em maio de 2007, ou mesmo a Christian Bruckner, o homem que vivia em Portugal e que os alemães apontam como tendo raptado e morto a criança então com 3 anos.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio