Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Três elementos da rede fugiram

A rede de extorsão de idosos endinheirados e de incentivo à prostituição, desmantelada quarta-feira pelo SEF na Covilhã, integrava, além dos cinco detidos, um dos quais chefe da PSP e outro funcionário da Câmara, mais três suspeitos.
17 de Setembro de 2011 às 00:30
Francisco Casteleiro, chefe da PSP, saiu em liberdade
Francisco Casteleiro, chefe da PSP, saiu em liberdade FOTO: Edgar Martins

O Tribunal da Covilhã decidiu ontem que o polícia Francisco Casteleiro, de 54 anos, aguarde julgamento em liberdade, mediante uma caução de 20 mil euros. Fica ainda proibido de contactar com os outros arguidos e de se ausentar do País. Janete Pires, brasileira de 40 anos, que liderava o grupo, e Ricardo Madaleno, de 30, funcionário da Câmara, ficam em prisão preventiva.

Mário Serrano, 34, e Maria Alcina, 50, estão obrigados a apresentações periódicas às autoridades.

Em fuga encontram-se dois homens, que se pensa estarem em Espanha, e uma mulher brasileira, Bruna, irmã de Janete Pires, que terá fugido para o Brasil há seis meses. A operação ‘Estrela’ desfez uma rede que actuava, sobretudo, na Beira Interior. As autoridades conhecem 12 vítimas, uma das quais de Estremoz, a quem foram extorquidos mais de 700 mil euros ao longo do último ano e meio. Janete Pires atraía os homens com promessas de sexo e o grupo obrigava-os a entregar dinheiro sob ameaça.

PSP REDE EXPLORAÇÃO IDOSOS MULHERES ALTERNE COVILHÃ
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)