Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Três homens condenados por crimes de furto de veículos e gasóleo em Leiria

Um dos arguidos foi condenado a três anos e nove meses de prisão efetiva, por dois crimes de furto qualificado.
Lusa 21 de Dezembro de 2018 às 12:34
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
Tribunal de Leiria
O Tribunal de Leiria condenou esta sexta-feira três homens por crimes de furto de veículos e de gasóleo, um dos quais a pena de prisão efetiva, disse à agência Lusa fonte judicial.

Segundo a mesma fonte, o coletivo de juízes condenou um dos arguidos a três anos e nove meses de prisão efetiva, por dois crimes de furto qualificado.

Os outros dois arguidos foram condenados, cada um, por um crime de furto qualificado, a dois anos e três meses de prisão, pena que foi suspensa por igual período, indicou a mesma fonte.

Os três homens, com idades entre os 40 e os 44 anos, estavam acusados pelo Ministério Público (MP) pelos crimes de furto qualificado e falsificação de documento, relacionados com o furto de veículos e de gasóleo.

O único arguido que prestou declarações na primeira sessão do julgamento limitou-se a justificar ao coletivo de juízes que o gasóleo encontrado em sua casa, cerca de 1.000 litros, foi comprado por si.

O principal suspeito estava acusado de cinco crimes de furto qualificado e três de falsificação de documento. Os outros dois arguidos responderam em tribunal por um crime de furto qualificado.

Segundo a acusação do MP, entre 2015 e 2018, os suspeitos terão furtado veículos nos distritos de Leiria e Santarém, substituindo depois as matrículas originais por outras falsas. Alguns destes automóveis eram utilizados no furto de gasóleo.

O MP adianta que os suspeitos terão furtado cerca de 12 mil litros de gasóleo de depósitos de empresas, cujo valor ascende a 11.800 euros.

"O produto da venda do gasóleo furtado destinava-se a ser distribuído em partes iguais pelos três arguidos", refere a acusação do MP.

Nos veículos e habitações dos arguidos, segundo o MP, foram encontrados vários objetos relacionados com os furtos, como chapas de matrícula, símbolos de marcas de automóveis, 'jerricans', peças de motores e depósitos para armazenamento de combustível.
Ministério Público Tribunal de Leiria Leiria Santarém crime lei e justiça julgamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)