Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Três médicos constituídos arguidos no processo 'O Negativo'

PJ realizou buscas em gabinetes médicos e hospitais de Lisboa e Porto.
Catarina Figueiredo 6 de Junho de 2017 às 11:38
Plasma
Plasma FOTO: Pedro Catarino
Três médicos da especialidade de imunoterapia foram constituídos arguidos no processo 'O Negativo'. Os profissionais têm, alegadamente, responsabilidade nos concursos em investigação.

Segundo informa a Polícia Judiciária, foram realizadas, esta terça-feira, várias buscas e apreensões em residências, gabinetes de contabilidade, consultórios médicos e Centros Hospitalares de Lisboa e Porto, no âmbito  da Operação 'O Negativo', relacionada com a investigação de fraudes ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Para além destes arguidos, a PJ já deteve o ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e do INEM, Luís Cunha Ribeiro, e do ex-presidente da Octapharma em Portugal, Lalanda e Castro. Há ainda mais cinco arguidos constituídos.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)